Ao criar uma marca os profissionais de marketing juntamente com os designers tem que seguir uma série de fatores para conseguirem criar uma marca que se destaque no mercado.

Sabe o que é preciso para ter uma marca excelente?

Antigamente, as empresas escolhiam os nomes das marcas criando uma lista de possibilidades e trabalhavam por eliminação. Hoje, existem empresas de pesquisa de marketing que desenvolvem e testam os nomes. Essas empresas fazem brainstorms e utilizam diversas ferramentas digitais para fazer testes de associação, compreensão, memória, preferência, sonoridade e outras qualidades importantes para a distinção da marca entre as outras, não esquecendo de verificar se o nome está disponível.

Para desenvolver uma marca, deve-se seguir uma sequência de passos que serão muito úteis na construção e promoção.

Passos para fazer uma marca:

  1. Briefing da empresa: serve como um guia, para saber se é o caminho certo ou se tem que recomeçar o trabalho.
  2. Definir o público alvo e criar uma persona: é uma das partes importantes do processo, saber para quem está a comunicar é fundamental.
  3. Identificar a concorrência: verificar o que eles estão a fazer de bom e o que não devemos fazer.
  4. Definir a missão e objectivos: a definição destes dois itens é importante para poder cumprir as metas que deseja atingir. Não ter um objectivo é como nadar no mar sem saber a direção que quer ir.
  5. Deixar bem claro o posicionamento da marca: criar um posicionamento é importante para mostrar ao cliente que o seu produto ou serviço ocupa um lugar diferenciado em sua mente, maximizando sempre as vantagens.
  6. Definir uma proposta de valor: explicar bem as vantagens e utilidades do produto ou serviço e por quê o cliente deveria comprar de si e não do seu concorrente.
  7. Criar um slogan: criar uma boa frase que defina o seu negócio e agregar ao seu negócio faz com que o seu público fixe melhor a sua marca.
  8. Escolher a aparência e o sentimento que quer passar: sabendo que a marca é o reflexo da empresa, é importante definir bem a imagem e as características que irá passar sobre a sua empresa, isso fará com que o seu público se identifique mais com a marca e fique fidelizado.
  9. Criar um logotipo: Aqui é a parte criativa a falar, um bom logotipo é a primeira impressão que o seu público terá de si e da sua empresa.
  10. Divulgar a marca: escolha os canais de comunicações mais adequados ao seu público. Não adianta falar para quem não quer ouvir, não é?

Elementos para criar uma marca

A marca deve ser:

Memorável: a marca tem que ser fácil de ser lembrada, falada ou escrita.
Significativa: o nome da marca tem que ter um significado, um conceito.
Desejável: o consumidor tem que se cativar pelo sentimento que a marca transmite e não apenas pelo visual.
Transferível: o elemento de marca tem que ser capaz de ser adaptável a vários tipos de produtos que a marca decidir produzir.
Atual: apesar de todos os anos serem lançadas tendências de tipos de logotipos, a marca deve seguir o que acha que é mais interessante para o conceito e não seguir a moda.
Protegida: a marca tem que estar protegida para não ser alvo de fraudes e cópias.

Depois do nome escolhido, é a vez dos designers entrarem em ação. Escolhem o tipo de logotipo que irão utilizar, os símbolos, ícones, tipografia, cores, entre outros elementos que completam a criação do logo.

E para finalizar usa-se um modelo chamado Brand Asset Valuator que a avaliação de ativo da marca onde tem quatro pilares:

Diferenciação, que mede o grau que a marca é vista pelos outros.
Relevância, que mede a amplitude do apelo da marca.
Estima, mede o quanto a marca é conceituada e respeitada.
Conhecimento, mede a proximidade que a marca causa nas pessoas.

Como a construção da marca é uma constante e leva tempo, é importante fazer avaliações, testes para saber o grau de aceitação, rever os pontos negativos, caso precise, e trabalhar sempre no marketing da marca e se tiver que ser, renovar a imagem.

Gostaria de saber mais sobre esse assunto, deixe aqui o seu comentário!